A batalha de um menino para recuperar sua sombra que foi roubada pelo Rato Cinzento do Subterrâneo a mando da Bruxa das Trevas. Essa é a história da peça “O Menino sem Sombra”, que será apresentada no palco do Teatro Artênio Merçon, em Castelo, pelo Grupo Teatro Encantado, hoje, amanhã e nos dias 18 e 19.

O texto é uma adaptação da professora Penha Simonato, com direção do ator e cabeleireiro Alex Marques. O espetáculo é retratado de forma lúdica, nos moldes das histórias infantis do passado.

A autora é professora de história aposentada do município, e já escreveu uma peça de cunho ambiental, em 1986, chamada “O Rio Castelo pede socorro”. Com a finalidade de reviver obras infantis Penha, de 61 anos, diz que o interior é carente de cultura.

“Tenho observado que há muita deficiência de obras infantis e conteúdos lúdicos. Vejo muita coisa envolvendo violência e sexualidade, que considero inapropriado para a infância que é um resgate da fantasia e do mundo imaginário tão necessário para o desenvolvimento infantil”, pontua a professora.

Há 21 anos trabalhando com teatro, e 15 com direção, o ator e diretor Alex Marques, de 35 anos, explica que o espetáculo virá como um resgate da magia do teatro e do encanto dos contos de fadas.

“Já dirigi e atuei em inúmeras peças. “O menino sem sombra” vem trazer de volta a magia do teatro e o encanto dos contos de fadas. A intenção é trazer de volta a imaginação das crianças, tentando resgatar outros valores, fora do apelo sexual que é explorado hoje”, finaliza Alex.

As apresentações de “O Menino sem Sombra” são às 19h30. O ingresso antecipado custa R$ 10 e, na hora, R$ 15.

 

 

VEJA TAMBÉM